Natal Luz em Gramado – Dicas da escritora Fernanda Belém

1 Flares 1 Flares ×
Natal Luz Gramado é o sonho de muita gente. Mas vale a pena ir para lá nessa época do ano? Convidei a escritora Fernanda Belém para dar as dicas. Ela foi ver Papai Noel com a família.

gramado Natal Luz em Gramado   Dicas da escritora Fernanda Belém
 

Quando foi e com quem?
Fui em dezembro de 2009 com meus pais e já estou louca para voltar. Meu pai precisava apresentar um trabalho em Porto Alegre e como eu e minha mãe estávamos de férias, era bem próximo ao Natal, decidimos ir com ele e depois esticar até a Serra Gaúcha.

Quanto tempo durou a viagem?

Ficamos três dias em Porto Alegre e seis em Gramado / Canela.

Como chegaram lá?

Alugamos um carro em Porto Alegre. Não é difícil achar o caminho. São duas horas de viagem e quando vamos chegando próximo de Gramado, já podemos começar a contemplar uma invasão de hortênsias por todos os lados. Lindo! O encantamento já começa antes mesmo do portal da cidade e dentro dela nos sentimos em um pedacinho da Europa ou em uma cidade cenográfica.

O que fazer em Gramado? Como foi o seu roteiro?


Mini Mundo
- É lindo! O bom é ir de tênis para andar e não cansar. São miniaturas de lugares e cidades famosas ao redor do mundo. É tudo perfeito e vale todas as horas que são gastas lá. 

Aldeia do Papai Noel Gramado – Dizem que é um passeio para criança, mas posso dizer com toda a certeza que é imperdível para todas as idades. Fui no início da noite e mesmo sendo verão, na hora que cheguei estava com muita névoa o que deixou o passeio ainda mais mágico. A aldeia é linda, com uma fábrica de brinquedos, a casa do Papai Noel, os caminhos iluminados com luzes de Natal, um mini parque de neve artificial… É demais! Me senti como uma criança novamente e foi inevitável uma foto com o Papai Noel – risos!

Fábrica de Chocolate (Reino do Chocolate) – Passeio delicioso e repleto de tentações! Depois de conhecer a história do chocolate e de passar por todo aquele cenário de dar água na boca, é impossível sair sem levar nada!

Lago Negro – Para quem vai com o namorado, é um passeio muito romântico. O lago fica cercado por hortênsias e você pode fazer um passeio de pedalinho. Bom para relaxar e curtir o clima de Gramado.

Palácio do Festival de Cinema e a Avenida Borges de Medeiros –  É delicioso sentar em um dos cafés da Rua Coberta. É uma “rua” protegida por um telhado de vidro, com trepadeiras em volta. Na época do Natal, são muitos os shows que acontecem por lá. Na parte da noite, com uma taça de vinho e com toda a decoração natalina, você se sente fazendo parte de um filme.


O que fazer em Canela?

A famosa Catedral de Pedra de Canela – Quem não quer parar lá para tirar uma foto? É linda!

Mundo a Vapor – A entrada é linda e todo mundo quer tirar uma foto do trem caído (reconstituição do famoso acidente ferroviário que aconteceu em Paris em 1895). É um museu bem interessante, o passeio é todo guiado e dura um pouco mais de uma hora.

Parque do Caracol em Canela – Preciso confessar que foi o passeio que menos gostei de toda a viagem. E aqui, sei que muitos vão discordar de mim. O problema é que não sou muito “natureza”, acho que sou mais “urbana”. Como dizem por aí, sou fresca! Tenho verdadeiro pavor de bichinhos – insetos. E altura também não é o meu forte.

A beleza da Cascata do Caracol é incontestável, mas o meu problema foi tentar ser convencida a andar no teleférico, ou subir no elevador panorâmico – de frente para o abismo – ou ainda descer 750 degraus até a base da cascata. As tentativas para que eu fizesse uma dessas coisas, estragou o meu passeio – risos! Se tivesse tido a opção – sem reclamações – de ficar apenas no mirante contemplando a paisagem, provavelmente teria gostado mais.

O trenzinho histórico é bem legal e para quem ama trilha – eu não gosto! – lá não faltam opções.

Na estrada entre Gramado e Canela é possível ver muitos outros atrativos – como museu de cera, museu do perfume, museu de carros – mas não paramos em nenhum deles.

O tempo foi suficiente ou você acha que é preciso ficar mais tempo?
Acho que seis dias são suficientes para conhecer muitas coisas e voltar outras vezes para conhecer mais. Não gosto de conhecer tudo em uma única viagem nem de ter pressa para conhecer mais e mais coisas. O meu prazer em viajar está em aproveitar a cidade – comida, pessoas, culturas – e conhecer um pouco da parte turística.

Hotel em Canela – em qual ficou. Gostou? Por que?
Fiquei na pousada Due Fratelli e adorei. Acordava com os passarinhos cantando e era recebida com um café da manhã delicioso. Os quartos são confortáveis e os funcionários muito simpáticos.

Alguma dica em especial para quem está indo para esse destino?
Se puder escolher uma data para a viagem, escolha dezembro. A cidade fica bem cheia, você precisa reservar o hotel até julho – pois todos lotam já nessa época – mas vale a pena! Eu detesto lugares muito turísticas, passeios turísticos, lugares apinhados de gente, mas Gramado é tão mágica que mesmo estando lotada é maravilhosa. E as atrações de natal são lindas!

Quanto custa em média uma viagem como essa?
Não é uma viagem barata. Não vá a Gramado com pouco, pois as grandes atrações (gastronomia) não devem ser deixadas de lado e você gasta bastante dinheiro com elas. Os hotéis também não são dos mais baratos nessa época do Natal e a maioria dos destinos turísticos tem ingressos que variam de 5 a 50 reais.

1 Flares Twitter 0 Facebook 1 Google+ 0 1 Flares ×
29 dez2012

Excelentes dicas!! Estou com saudades do Fondue de Gramado!

20 dez2012

Adorei as dicas. Tenho tido muita vontade de conhecer o Sul

Comente!