Escolha uma Página

Viajar sozinha não é muito bom como dizem por aí. Dá medo, ansiedade, rola questionamento. Você se pergunta: por que vou sair da minha casa para passar medos e perrengues?

O motivo principal é porque você precisa viajar. Num tempo em que mulheres aceitam dividir conta em restaurante, trabalhar o dia inteiro e ficar distante dos filhos e exercer funções que antes não eram possíveis é quase inaceitável que ainda tenham tanto medo de viajar sozinhas.

Por isso, listei 3 motivos pelos quais você deve vencer o seu medo e viajar sozinha se não tiver companhia ou se quiser só mesmo ficar em ótima companhia: na sua.

egito

Viajar sozinha para…:

1. Para mostrar a si mesma que tem coragem
Simples assim. Só de birra, só para mostrar a si mesma que o medo que nos devora de que o mundo é um local vazio se nos aventuramos sozinhas.  Você vai aprender que é bem mais simples do que toda essa complicação que você arruma na sua cabeça.


2. Para descobrir uma nova maneira de viver

Sozinha você poderá observar mais as pessoas e sair seu mundinho. Viajando com outras pessoas ou o ser amado, você poderá conviver mais próximo com a cultura do destino.

 

3. Para ver que você não faz falta
Sim, o mundo vai continuar girando, as pessoas vão continuar vivendo, chorando, rindo. Nenhum casamento será cancelado pela sua ausência.

E isso é ruim? Não! É libertador.


4. Para perder o medo da vida

Quem viaja sozinha encara medos, perrengues, mesmo que temporários, mas vive momentos de superação que compensam tudo e vão servir de lição para várias situações na sua vida.


5. Para aprender a viver com você mesma

Ser legal, ser popular no bairro, na empresa é legal, mas você não evolui se não tiver um tempo para ouvir a você mesma. Você está fugindo de você mesma ao ter a necessidade de estar sempre ao lado de outras pessoas.

 

Viajar sozinha é sair da zona de conforto, é ser mais valente, mais consciente, nem que essa consciência seja apenas a de que você foi, viajou e não gostou da experiência.

 

Mas só sabe se é amada, se é desejada quem deixa um rastro de saudade.

Já segue o meu blog de Dilemas Femininos? Clique na imagem abaixo!

livro equilibrio