Viagem na 3° idade

Comentários desativados em Viajar para NY sozinha depois dos 60

Viajar para NY sozinha depois dos 60

Intercâmbio

Intercâmbio na Espanha

Compras

Passagens aéreas em promoção

Viagem Casal

Glaciar Pia e Avenida dos Glaciares

Deserto do Atacama – Como planejar sua viagem

Localizado ao norte do Chile, o Atacama é considerado o deserto mais alto e mais seco do mundo. É um destino que atrai viajantes do mundo inteiro , entre eles fotógrafos, astrônomos e aventureiras como nós.

Prepare-se para se encantar com formações rochosas intrigantes e milenares, lagos que parecem ter sido pintados a mão, vulcões ativos, geysers , piscinas termais, lagoas coloridas e muitas outras belezas naturais a perder de vista.

Pôr do Sol no Valle de la Luna

Pôr do Sol no Valle de la Luna

 

San Pedro de Atacama – Um oásis no meio do Deserto

San Pedro de Atacama é o ponto de partida para as aventuras no Deserto. Fica a 1670 Km ao norte de Santiago e está a 2400 metros de altitude. É um povoado simples, mas dotado de uma infraestrutura excelente, totalmente voltada para o turismo , com serviços de restaurantes, bares, agências de turismo e acomodações que variam de hostel a hoteis de luxo. O povo local é muito acolhedor e bastante preparado pra receber turistas do mundo inteiro.

Quando ir

O Deserto do Atacama pode ser visitado em qualquer época do ano. Uma das características do clima desértico é a amplitude térmica acentuada, ou seja: Dias quentes e noites mais frias.

Raramente chove nessa região, mas chuvas ocasionais  podem acontecer nos meses de dezembro, janeiro e fevereiro , período em que ocorre um fenômeno conhecido como inverno altiplânico, mas as chuvas não duram mais que 3 dias.

Eu estive no Atacama nos meses de julho e dezembro de 2015. Ambos os meses são muito procurados para o turismo mas eu notei que em dezembro a cidade fica muito mais cheia. Nos meses de junho , julho e agosto a temperatura durante o dia é mais amena, mas em algumas noites os termômetros podem registrar temperaturas próximas a zero. Faça sua escolha! 

Lagunas Altiplânicas-Deserto do Atacama

Lagunas Altiplânicas-Deserto do Atacama

Como chegar

De Santiago, é possível chegar a San Pedro de Atacama por diversos meios : Carro, moto, ônibus ou avião. Cabe a você decidir o que se encaixa melhor no seu tipo de viagem , no tempo que você tem disponível e no seu bolso, é claro!

De avião: San Pedro de Atacama não tem aeroporto. O mais próximo se chama El Loa e fica na cidade de Calama, a aproximadamente 100 Km de San Pedro de Atacama. Acredito que seja a opção mais rápida e menos desgastante. O trecho Santiago-Calama dura em torno de 2 horas e é operado pelas companhias LAN e Skyline.

Dica: Se optar comprar pela LAN, altere o país de origem e modifique pra ” Chile “. Isso vai garantir um economia na hora de fechar a sua compra.  Eu fiz isso nas duas vezes que comprei o trecho Santiago-Calama. Paguei 107.984 CLP  por esse trecho. Compra realizada no dia 26/07/2015 para voar no dia 28/12/2015. 

Do aeroporto de Calama a San Pedro de Atacama você pode contratar um transfer. A viagem dura aproximadamente 1 hora e as empresas mais conhecidas que realizam esse trajeto são a Licancabur e a Pampa. Eu fechei com a Licancabur nas duas vezes.

Fiz a reserva antecipadamente pelo site deles, informando os detalhes do voo. Ida e volta custou 20.000 Pesos. Você pode pagar em Pesos chilenos, Doláres americanos ou cartão de crédito na hora mesmo. Se for voltar com eles, é preciso pagar ida e volta antecipadamente. Mas não se preocupe, eles te buscam no hotel na hora combinada.

 

De carro ou moto: As estradas são boas e as paisagens são lindas! Se você tiver um tempinho a mais, já pode começar a aventura mais cedo. A viagem dura em torno de 20 horas.

De ônibus : Saindo de Santiago, a empresa TurBus é a única  que leva até San Pedro de Atacama. A viagem é mais longa e dura quase 23 horas. Mas os ônibus são confortáveis. A tarifa mais barata custa 44.600 Pesos.

 

Quantos dias ficar

Essa é uma decisão muito pessoal. Não faltam atrações no Deserto do Atacama. Para uma primeira visita, acho que 5 dias inteiros é um tempo razoável pra fazer a maioria dos passeios, os mais comuns.

Caso você esteja pensando em incluir a ascenção ao Vulcão Lascar, eu diria pra acrescentar mais dois dias e assim fazer tudo com calma e ainda ter um tempo livre pra conhecer a cidade, visitar os museus e fazer tours mais específicos. Embora eu não tenha feito essa expedição (ainda), conversei com muitas pessoas que viveram essa experiência e todas falaram do quanto o corpo é exigido.

É possível combinar a travessia do Salar de Uyuni com o Deserto do Atacama. Então o período que você vai ficar na cidade vai depender exatamente do que você pretende fazer. Vou falar dos passeios com mais detalhes nos próximos posts.

Piedras Rojas- Deserto do Atacama

Piedras Rojas- Deserto do Atacama

Onde ficar

Em São Pedro de Atacama há opções para todos os gostos e bolsos .De hostel a hoteis 5 estrelas, você decide! Eu fiquei no Hostal Campo Base nas duas vezes que estive lá e valeu muito a pena. A localização é excelente.

Fica na Calle Toconao, a poucos metros da Calle Caracoles, que é a rua principal da cidade e  concentra a maioria das agências de turismo, restaurantes e bares.

Valor da diária: US$ 35 

Como se preparar para a altitude

O povoado de San Pedro de Atacama já está a 2400 metros de altitude e algumas pessoas sentem um pouco de dor de cabeça e desconforto logo quando chegam. Alguns passeios estão a mais de 4000 m e no caminho de um deles passamos por um ponto a 4800 m.

Bom , vou falar sobre a minha experiência com a altitude: Vivo no Rio de Janeiro, cidade a nível do mar e a única coisa que eu senti foi um pouco de cansaço quando caminhei rápido acima dos 4000 m. Mas isso é super comum e os próprios guias recomendam que não se faça movimentos bruscos na altitude. Mas a galera não resiste e o que mais se vê são as famosas fotos de pulinhos… Rs

 

Salar de Tara- Deserto do Atacama

Salar de Tara- Deserto do Atacama , acima dos 4000 m

De uma maneira geral, os principais sintomas do Mal da Altitude ou Soroche são: 

  • Dor de cabeça
  • Náuseas e vômitos
  • Cansaço e agitação

Não há como prever como o nosso corpo vai reagir a altitude, mas é possível evitar algumas situações que agravam o quadro, como :

  • Evitar o consumo de álcool e tabaco
  • Evitar o consumo de carne e outros alimentos de difícil digestão. Dê preferência a carboidratos.
  • Evitar medicamentos ansiolíticos
  • Evitar grandes esforços físicos no primeiro dia

Se você tiver alguma doença como hipertensão ou diabetes, converse com seu médico antes de viajar pra que ele te oriente a respeito.

Os locais utilizam a folha de coca  pra diblar os efeitos da altitude. Você pode preparar um chá com as folhas ou simplesmente colocar algumas folhinhas no canto da bochecha e deixar por alguns minutos. A folha de coca é um produto legal e  não dá barato nenhum , viu gente?! Ela tem um gosto amargo , mas nada demais também! Vende em qualquer lojinha de artesanato da cidade.

Chá de coca

Chá de coca – Pode beber sem medo!!! Rs

E a principal dica é : Hidratação!!! Sua melhor amiga vai ser sua garrafa de água. Beba mesmo quando não tiver sede. Por ser muito seco, não percebemos que estamos suando e desidratamos.

Fuso horário , voltagem e tomada

O Chile está a uma hora a menos do que o horário de Brasília. É bom lembrar que durante o horário de verão no Brasil, a diferença aumenta para duas horas.

A voltagem elétrica é de 220V e os modelos mais comuns de tomada seguem o padrão ” C ” (duas entradas redondas), mas é possível encontrar também o padrão ” L ” (três entradas redondas, enfileiradas).

Câmbio 

A conversão em San Pedro de Atacama normalmente é pior do que em Santiago e consegue ser pior até mesmo que as casas de câmbio no aeroporto.

Conversão no dia 31/12/2015: 1 Real= 150 CLP

 

O que levar 

Já fiz um post falando sobre isso, mas  nunca é demais lembrar alguns ítens que precisam estar SEMPRE com você, independente do período que decidir viajar.

  • ÁGUA
  • Protetor solar
  • Hidratante corporal e labial
  • Colírio
  • Soro fisiológico
  • Óculos escuros
  • Boné ou lenço
  • Já falei ÁGUA? Rs
Moinhos de vento

Moinhos de vento – Quando eu sinto que estou realmente no Deserto

 

Sobre o Atacama, o que não falta é assunto… Rs. Como eu disse, vou falar dos passeios detalhadamente nos próximos posts.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Capa para Iphone a prova d´água

Oi, gente, tudo bem? Na minha viagem para a Tailândia agora no segundo semestre, o Jorge implicou comigo e acabei não comprando uma GoPro. Então… Comprei umas capas de Iphone a prova d´água para poder tirar fotos embaixo da água.

E aí fica a pergunta… “A capa para Iphone a prova d´água funciona?” Qual modelo é o melhor? Fiz 3 vídeos rápidos falando sobre o assunto.

Nesse vídeo tem eu pulando no mar com uma dessas capas para Iphone. Deu medo, mas como o vendedor da loja disse que aguentava… Eu arrisquei! Veja aí o que aconteceu.

Esse vídeo tem as 5 dicas em 5 minutos e falo da capinha também:

 

Qual a melhor capa a prova d´água para Iphone? Bom, não saberia dizer, acho que o importante é você comprar a que sirva para o seu objetivo, como eu disse no vídeo. Existem vários modelos de capa para Iphone, então pesquisa e veja a que vai servir melhor para você.

Já segue no canal do Youtube? Clique aqui agora!

Beijos!!!

Como arrumar a mala para o Deserto do Atacama

Estive no Atacama em julho de 2015 e passei cinco dias maravilhosos , surpreendentes  e intensos. Por essa razão, decidi voltar em dezembro e passar a virada do ano por lá. Sim,  gente! Foi amor à primeira vista… Prometo reunir minhas impressões dessas duas viagens e escrever um post detalhado sobre a logística envolvida, valores e os passeios que eu fiz. Mas hoje eu vou adiantar uma questão que  sempre perturba a nós mulheres: Como arrumar a mala pra um destino tão exótico  ? Bom, confesso que eu também tive muitas dúvidas sobre o que levar, considerando que nunca havia estava em um deserto. Levar  levar biquíni , short, chinelo , luvas, botas e  casaco pra temperaturas negativas na mesma mala? Sim, tudo isso e outras coisinhas… Mas é bem mais simples do que parece.

O Atacama é o deserto mais árido do mundo e apresenta uma grande amplitude térmica característica dessas regiões. A temperatura pode variar cerca de 40°C em um mesmo dia! Ou seja, você sai para os passeios com os termômetros marcando temperaturas negativas, parecendo um boneco de neve, quase sem mobilidade com várias camadas de roupa,  e ao longo do dia fica louca pra se livrar de tudo.

Comprei um casaco pesado em Santiago e algumas  meias , mas isso pode ser encontrado facilmente nas lojinhas de San Pedro de Atacama. Se estiver procurando por algo mais elaborado, há também uma North Face lá!

 

Sol lindo, né? Mas o frio e vento também... Vestindo tudo e mais um pouco

Sol lindo, né? Mas o frio e vento também… Vestindo tudo e mais um pouco

 

 

PASSEIOS COM DURAÇÃO DE UM DIA INTEIRO

 

Para passeios com duração de um dia inteiro, vistá-se em camadas. Isso significa MUITAS mesmo. Algumas vezes saímos com destino a tours com temperaturas negativas . Estou falando de até -15° C. Agregue isso a questão da altitude e dos ventos. Então é agora que você vai poder usar segunda pele ( calça e blusa ), botas ( usei botas UGG com pelo de carneiro, mas somente porque eu já tinha. Acho que uma bota comum, bem forrada dá conta do recado também ) , aquelas suas meias de lã que aquecem absurdamente, luvas, gorro, cachecol, protetor de face e orelha ( não senti necessidade de protetores de orelha, mas vi algumas pessoas usando ), blusas de manga longa bem quentinha, calça de ski ( mas se não tiver , não acho necessário comprar. Usei meia térmica, segunda pele, legging e uma calca jeans por cima de tudo), uma jaqueta corta- vento ou um daqueles casacos 3 em 1 com fleece bem quentinho.  Ao longo do dia, se sentir necessidade,  vá se livrando delas. É o famoso “ Efeito cebola “ .

Se esse passeio incluir a visita a alguma piscina de água termal ou lagoa o ideal é já ir com a roupa de banho por baixo. Não se preocupem, porque há vestiários para se trocarem depois. Embora a maioria dos hoteis (e hostels) forneça toalha, eu gosto de levar a minha. Ela é de microfibra e secagem ultrarápida. É pequena e quase não ocupa espaço. E lembre-se de levar chinelo também para se locomover ao redor das piscinas. O sal pode machucar os pés.

 

-9°C nos Geyseres El Tatio...

Amanhecendo no Campo Geotérmico dos Geyseres El Tatio : Temperatura: -9°C

 

DIA A DIA  EM SAN PEDRO DE ATACAMA

Bom, eu confesso que é bem difícil definir um estilo de roupa que tenha me marcado durante o período que fiquei por lá. Eu diria que roupas casuais vão cair bem pra qualquer lugar que você vá. Então jeans, camisetas de manga curta e   longa ( principalmente se for fazer algum trekking, porque a vegetação pode machucar), legging, short… Só não vi ninguém usando saia, vestido e salto alto. Na minha opinião, esses  ítens não precisam ocupar espaço na sua malinha pro Atacama. Mesmo usando short por baixo, acho desconfortável ter q ficar segurando o vestido ou saia, já que venta bastante por lá.

Quanto ao salto, a principal rua de San Pedro de Atacama é de terra batida e definitivamente não combina com salto alto. Atacama pede simplicidade, já que a natureza já é a protagonista do espetáculo. Aproveite pra viver estes dias de maneira mais simples, no modo de agir e na maneira de se vestir também.

Fui no inverno não tirei o casaco em nenhum dos restaurantes que eu fui. Mesmo havendo aquecimento no interior dos estabelecimentos. Mas no verão a temperatura melhora um pouco e acho que dá pra se livrar dos casacos e se permitir ficar com uma blusinha mais arrumada. Nos pés , tênis e botas. De todos os tipos. Vi algumas pessoas de chinelo durante o dia andando pelas ruas, mas à noite não encontrei ninguém tão corajoso assim.

 

Me preparando psicologicamente pra entrar na Laguna Cejar a 10° C. Não foi fácil, mas entrei!

Me preparando psicologicamente pra entrar na Laguna Cejar a 10° C. Não foi fácil, mas entrei!

 

MAQUIAGEM, ACESSÓRIOS E BELEZA

 

Se eu pudesse escolher um único ítem de maquiagem pra levar na minha necessaire, sem dúvida seria um batom de cor marcante. Acho que dá o contraste perfeito e valoriza seu rosto nas fotos. Base, corretivo e pó eu acho dispensáveis!

Para levar seus artigos pessoais para os passeios, eu não dispensaria uma mochila simples de tamanho médio. Acho prático e realmente é o mais utilizado por lá. Você vai precisar das mãos livres pra subir em rochas e dunas,  então acredito ser o mais adequado. Deixe aquela sua bolsa bapho pra outra ocasião.

Para os passeios pelo deserto , esqueça aquele seu brinco lindo de pendurar. Provavelmente ele vai ser levado pelo vento ou pode até mesmo machucar você. Opte por brincos menores, de preferência colados à orelha. Deixe os maiores pra jantar ou sair á noite. Mas você pode abusar de lenços coloridos, gorros e chapeus pra montar seu look.

Eu tenho cabelo cacheado e sou adepta a técnica low poo. Não fiz nada além de lavar e condicionar. Meu cabelo também se apaixonou pelo deserto e eles se deram muito bem! Como não amar esse lugar?

 

Caracoles, a rua principal de San Pedro de Atacama

Caracoles, a rua principal de San Pedro de Atacama

 

KIT DE SOBREVIVÊNCIA

Deixei essa parte por último, mas nem por isso menos importante. Muito pelo contrário… Seus dias no Atacama serão muito mais agradáveis se você tiver esses ítens com você.

  • Água : Pelo menos uma garrafinha de 1,5L na sua mochila para os passeios. Você pode comprar em San Pedro mesmo. Beba mesmo sem vontade. O ar é tão seco que você quase não transpira e com isso não percebe que está desidratando. Poderia até incluir água quando falei de beleza, né? Rs.
  • Protetor solar : Para o rosto e para o corpo. Verifique com sua dermatologista o fator ideal para o seu tipo de pele, mas nem pense em sair sem ele. Em San Pedro há um solmáforo que alerta sobre a incidência dos raios UV. O sol não é brincadeira, gente!
  • Óculos de sol: Uso óculos de grau e achei que não havia necessidade de levar um de sol também. Foi um grande erro porque o sol incomoda bastante em alguns passeios, além de agredir os olhos. Então, melhor prevenir !
  • Hidratante labial: Manteiga de cacau não resolve. Vi algumas pessoas com os lábios queimados. Usei Bepantol Derma Regenerador labial e não senti os efeitos da aridez. Super indico!
  • Colírio lubrificante: Os olhos podem ficar um pouco ressecados, mas umas gotinhas resolvem facilmente o problema.  Como estamos falando de medicamento, procure antes o seu médico ou farmacêutico.
Solmáforo de SPA. Acho que dei sorte nesse dia... Rs

Solmáforo de SPA. Acho que dei sorte nesse dia… Rs

 

 

Muito frio!!! Impossível tirar o casaco...

Muito frio!!! Impossível tirar o casaco…

Esse post ficou um pouco extenso, mas espero que tenha ajudado a ” clarear as ideias ” de quem tem dúvidas sobre como arrumar a mala pra esse que certamente  é um dos destinos mais incríveis, instigantes e especiais do mundo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Hostel é uma boa ideia?

Até o ano passado eu tinha preconceito com hostel, eu confesso!!! Reservei um hotel com a diária bem salgada em NY por puro preconceito contra esse tipo de acomodação. Hoje vejo que teria economizado uma boa grana pra torrar nos outlets da vida… Rs.

Mas acho que tudo é aprendizado e não vou negar que uma cama enorme e banheira com água quentinha também têm seu valor.  Mas tudo não passou de um “pré-conceito”, fruto da minha falta de conhecimento e dos comentários negativos de outras pessoas que, assim como eu, nunca haviam estado em um. Pra quem não sabe, a maioria dos hostels têm quartos privativos também. Ficar em quarto coletivo é uma opção, não uma regra.

hotel barato europa

Meu segundo hostel na Europa – Minha cama era essa de baixo

Decidi que na Europa ficaria em hostel. O Euro e a Libra não estavam ajudando e se eu podia poupar uma graninha, ficar bem localizada, conhecer pessoas do mundo todo e  praticar meu Inglês,  por que não?

 

MAS HOSTEL É SÓ PARA GAROTADA?

Hostels são  multiculturais e pra quem quer conhecer gente interessante, acho que é uma excelente escolha. Infelizmente, alguns estipulam uma idade limite que pode variar. Então vale sempre dar uma olhada nos termos quando fechar a reserva. Mas a minha curta experiência me fez notar um público muito heterogêneo em todos os sentidos. Idade é apenas um deles.

Conheci mulheres e homens viajando sozinhos, casais com filhos, casais sem filhos, grupos de amigos… Ou seja, um espaço super democrático.

hostel uruguay

Fazendo amigos no hostel em Montevideo. Brasil e EUA na mesma foto

Ficar em  quartos compartilhados também faz você exercitar o senso de coletividade. Por que acender a luz do quarto se você pode usar a lanterna do celular pra não acordar as pessoas que já estão dormindo?

Mas é importante saber que nem todo mundo pensa da mesma maneira e você pode ser acordada às 3h da manhã com alguém acendendo a luz.  Lembre-se, é um quarto coletivo. É preciso exercitar um pouquinho de tolerância também.

 

COMO ESCOLHER UM HOSTEL 

Escolher um hostel  requer um tempinho de pesquisa. As meninas do Viagem para Mulheres ajudam bastante e hoje há diversos sites como TripAdvisor, Hostelworld, Hostelbookers e Booking. Tenho feito minhas reservas pelo Booking e nunca tive problemas.

De qualquer forma, acho viável mandar sempre um e-mail confirmando a reserva alguns dias antes da chegada.

Quando escolho um hostel, me questiono se:

  •  Tem boa localização? Como são os arredores? O bairro é seguro?  Há alguma estação de metrô ou ponto de ônibus perto?
  • Os quartos coletivos têm quantas camas? Procuro ficar nos quartos coletivos femininos de 4 camas com banheiro privativo, mas no Atacama, por exemplo, o hostel era ótimo mas só tinha quarto privativo ou misto com 4 camas. Fiquei com a segunda opção.  Já em Montevideo, o quarto não tinha banheiro, mas esse era bem de frente pro quarto.
  • Como é o café da manhã?  O staff é cordial? Tem WiFi? Lavanderia? Elevador? Armários? Recepção 24h?
Meu hostel em Londres - Muito amor por esse lugar!

Meu hostel em Londres – Muito amor por esse lugar!

 

Nutella e croissant no café da manhã. .. Como não amar?

Nutella e croissant no café da manhã … Como não amar?

SEGURANÇA

A maioria dos hostels possui armários. Basta levar um cadeado e pronto. Alguns são bem grandes e chegam a comportar até mala. Durante minha estada em hostels, confesso que  às vezes tenho preguiça desse “coloca e tira mala do armário” . Tranco tudo e levo o dinheiro pra rua comigo na doleira. Por falar em doleira, durante a viagem somos inseparáveis. Pode parecer exagero, mas durmo com ela e a levo ao banheiro também.

O que eu faço é deixar uma pequena reserva de dinheiro e um cartão de crédito no hostel pra alguma eventualidade. Não costumo viajar com laptop, mas as pessoas que vi utilizando um, guardavam no armário. Roupas, toalhas e outras coisas do gênero já deixei em cima da cama e nunca tive problemas. Mas é claro, se for uma peça especial, use o armário… Rs.

Já vi algumas pessoas utilizando travas de bicicleta pra  prender a mala junto a cama. Tô pensando em experimentar…

 

Posso dizer que ficar em hostel vicia! Além de  todas aquelas vantagens que mencionei no início, sempre  que eu fico em um hostel ganho amigos. Amigos de nacionalidades diversas, com pensamentos diversos mas com algo em comum: A paixão por viajar!

Será que eu consigo viajar sozinha?

Há cerca de um ano e meio eu “estreei “no Viagem para Mulheres relatando um pouco da minha primeira viagem sozinha para Nova York, a cidade dos meus sonhos.

Por essa razão, o convite pra voltar ao Blog é tão especial. De lá pra cá muita coisa aconteceu e poder contribuir um pouquinho com o que tenho vivido durante as minhas viagens é uma honra! Obrigada, Flavia Mariano!

Escolhi começar falando sobre o que mais tenho ouvido de amigos. Principalmente das minhas amigas:

“Mas você não tem medo de viajar sozinha?”