Viagem Sozinha

Viajar sozinha para Nova York

Look de viagem

O que vestir na viagem para as Cataratas

Intercâmbio

Intercâmbio na Espanha

Compras

Outlet em Barcelona

Viagem para Hong Kong

Conhecer Hong Kong é um dos meus sonhos, está na lista! Mas, enquanto não vou, fico admirando as fotos e viagens de quem foi para lá ou mora lá, como é o caso da Ana Paula. Ela criou um blog para falar sobre suas viagens pelo mundo e o seu dia a dia em Hong Kong.

Ela é casada com um americano e foi para lá por causa do trabalho dele. Não sei vocês, mas amo esses posts de brasileiras que foram morar fora. Adora ver a visão delas sobre a cidade ou país. Então vamos lá? Dicas de viagem para Hong Kong com a Ana Paula!

o-que-fazer

1. Qual a melhor época do ano para viajar HK? E qual a menos recomendada?

Depende muito! Hong Kong tem um clima tropical, assim como no Brasil, então já viu, né?! Pode chover e fazer sol e trocar completamente o tempo como num piscar de olhos.

Fevereiro a Abril e famoso pela neblina. Mas ao mesmo tempo estamos tendo dias lindos e de céu azul… O inverno aqui também não e tão frio… 10-15C, mas com dias cinzas. Eu recomendaria primavera ou outono, já que o verão aqui é muito forte: 40C com 100% de umidade (eca!)

o-que-vestir

2. Os preços de alimentação, transporte, roupas, hotéis são caros?

Falar de preço é complicado já que tudo em Hong Kong é relativamente caro, vou tentar especificar ao máximo.


Comida
: se você gosta de comer (a verdadeira) comida chinesa e não se preocupar em comer em qualquer lugar mais “local” dai é moleza,  você não vai gastar quase nada para os padrões de Hong Kong, em média R$15 reais/pessoa.


Comer em restaurante ocidental vai sair mais caro
, um jantar num restaurante bom (sem ser chique ou sofisticado) custa em média R$60 pessoa. Restaurante mais bacana com uma vista legal e comida boa custa em torno de $200-250 reais/pessoa.


Transporte: 
é barato! Metrô: precos diferentes dependendo da distancia percorrida,  em media R$2-3 reais. Táxi: o velocímetro começa em R$6.50 mas como tudo na ilha de Hong Kong é relativamente perto, táxi acaba saindo barato é a forma mais fácil e rápida para se locomover.


Hotel
: andei dando umas pesquisadas e achei bem salgado. Minha dica seria escolher bairros bons, perto do metrô, mas que ao mesmo tempo fuja dos bairros mais turísticos. Por exemplo, no bairro de Sai Ying Pun achei hotel por R$200 a diária. Já em Kowloon, que é mais turístico e quase todos os hotéis são mais chiques, a diária varia entre R$550 a R$1,500.

viagem

3. Quais as melhores regiões para o turista se hospedar?
Para se hospodar eu diria qualquer lugar que fique perto da linha do metrô. Normalmente todos os turistas acabam ficando em Kowloon porque tem milhões de hotéis por la. Como em Hong Kong todos os pontos turísticos ficam bem espalhados, eu não vejo problema em algum em fugir dos hotéis de Kowloon e procurar algo mais em conta.

4. O que você não recomenda em HK?

Sinceramente? Não tem nada que eu não recomendaria em Hong Kong.

hong-kong

 


5. 5 locais que não pode deixar de ir em HK?

1) The Peak: vista maravilhosa da cidade. Da pra ir de ônibus, táxi ou bondinho;

2) Big Buddha: amo! É lindo. Lugar cheio de paz e energia;

3) Ladies Market: adoro e recomendo pela experiência de adar por um bairro bem chinês;

4) Andar pelas ruas de Central ate o Soho. Todo turista quando chega aqui fica encantado com a altura dos prédios. Portanto, nada melhor que ir andar pelo centro e ver de perto todos os prédios mais altos do mundo. Vá ate o Soho (bairro queridinho dos turistas e expat que é cheio de bares e restaurantes)

5) Show de luzes! Experiência única.

HK6

6. Algum ou alguns passeios que são furada?

Não muito. Todos os pontos turísticos aqui são bons, o único problema é a distância entre eles. Se você tiver pouco tempo e melhor prestar atenção nisso. Não tente fazer mil lugares no mesmo dia. É melhor fazer 1 ou 2 e aproveitar melhor o clima da cidade.

7. Qual o tempo mínimo para ficar em Hong Kong?

Acho que 3 dias e o minimo dos mínimo.

8. 5 comidas e ou bebidas que o viajante não pode deixar de experimentar?

1. Dim Sum;
2. Noodles;
3. Casa de chá;
4. Jantar dentro de um fish market;
5. Chá medicinal que é encontrado nas ruas, você escolhe para que tipo de benefício. Ex: pressão alta, tosse, fadiga e etc.

9. Melhor maneira de se locomover em HK?

Mêtro (MTR).

10. Alguma dica de morador?
Se tiver um tempinho extra em Hong Kong não deixe de conhecer algumas das ilhas como Lamma e Discovery Bay. Vale a pena ir ate la, almoçar ou jantar e tomar uns bons drinks!

Pergunta extra: o que fica bom de combinar com Hong Kong? Cidades vizinhas, país? 

Macau, sem dúvida! Para ir de Hong Kong até Macau basta comprar ingresso do ferry que custa em torno de 160 HKD (R$46 reais) a ida e a viagem dura em torno de 1 hora.

De Hong Kong também dá para ir a Shenzhen e Guangzhou, na China, de trem. Dá para fazer ida e volta no mesmo dia. Alias, de Guangzhou saem vários trens para a China inteira e outros países.

Quer conhecer o blog da Ana Paula? Corre lá!  Ap on the map

Outlet em Barcelona

Falou em outlet, falou o nome de turista brasileiro. Eu não sou a rainha do consumo, mas sempre fico bem tentada a dar uma conferida nos preços no exterior. Parece que em qualquer lugar do mundo tudo é bem mais em conta do que no Brasil.

Fui convidada para conhecer o La Roca Village em Barcelona. Confesso que fui com um pé atrás, como todo mundo que vai a outlet na Europa, mas tive uma grata surpresa. Algumas coisas estavam com ótimos preços e vou dividir com vocês, mas queria ressaltar uma coisa antes, como esse outlet é fofo! Caminhar por lá é uma experiência bem agradável. Até a almofada nos bancos são trabalhadas.

 

outlet

Repararam na sacada cheia de flores? Linda, né? E esse o que dizer desse detalhe no chafariz, na foto abaixo?

outlet 3[

Mas vamos ao que interessa? Compras, compras e mais compras no outlet!

Vale mesmo ir ao La Roca Village? Os preços são bons, mesmo?

É o que eu sempre digo, não é igual a um outlet nos EUA, mas você está na Europa e vale sim dar um pulo no outlet, se você tem intenção de comprar. Um exemplo, óculos Versace estava por uma média de €100,00, uns 80 a menos do que nas lojas normais de Barcelona.

O Jorge comprou várias calças na Calvin Klein, cada uma sai por, em média, € 60,00.

Olha esse tênis da Puma que estava na promoção, um dos mais baratos da loja.

puma-espanha

 

Outro exemplo é de uma loja que eu amo de paixão que é a  Ritual. É uma marca holandesa, mas que está em vários locais da Europa. Tudo lá é baseado na experiência do olfato. Você relaxa com aromas perfeitos. O meu preferido, e que trago sempre de presente para amigas, é esse gel de banho que é super interessante. Quando você aperta vem uma espuma transparente, quando você coloca no corpo ela fica branca e gelada.

dragon

Cada frasco desse saiu por menos € 5,00.  O valor médio, nas lojas, é de € 8,00. Nem preciso dizer que comprei aos montes.

Bom, os preços já são convidativos, mas ainda tem um plus.

TAX FREE

NÃO ESQUEÇA NA HORA COMPRA! Em letras maiúsculas porque a gente acaba sempre esquecendo, rs. Nas compras acima de € 96,00 você tem direito a pedir a devolução de parte da taxa que é de, em média, 12% do valor pago.
Mas lembrando que você tem que pedir no momento do pagamento. Cada empresa tem um procedimento, mas no geral, vão dar um papel com sua nota fiscal para você entregar no aeroporto e lá receber o seu dinheiro de volta.  É o mesmo esquema de qualquer loja que você compre em Barcelona.

Só estou citando isso aqui no post, porque algumas pessoas pensam que, pelo fato de ser outlet não tem direito a devolução da taxa, tem sim!


Tem muita coisa boa?

Outlet é aquela coisa, tem vezes que você vai e acha tanta coisa que fica com dó do cartão de crédito e outras que não tem quase nada. É sorte. Eu achei alguns produtos com bons preços sim, ainda mais de marcas de luxo.

Como chegar ao La Roca Village

Nós fomos no ônibus do próprio outlet que sai de Passeig de Gracia 6. Bem central, principalmente para os turistas.  Mas o serviço é pago. Entre no link aí para ver preços e horários: Shopping express Barcelona.

Para ver as lojas do outlet e outras informações só dar um pulinho lá no site deles:  La Roca Village.

Agora que você já sabe de tudo, boas compras!

10 dicas para viajar para Barcelona

Dicas de viagem são sempre muito bem vindas e, cada dia mais, eu tenho focado em dicas práticas aqui no blog, porque de roteiros a internet está cheia. Prefiro dar as dicas do que eu mais gostei, usei, hotel que fiquei ou destino que adorei de paixão. E depois vou respondendo as perguntas de vocês.

Como sabem, acabei de fazer uma viagem por Irã e Barcelona e estou cheeeeia de dicas para colocar aqui no blog, mas ainda estou organizando a minha vida. Então esperem que ainda vem muuuitas dicas por aí. Até post da Índia ainda estou devendo, imagina. E as dicas da viagem de Portugal em 2012. Sério estou muito atrasada. Mas chega de bla bla bla e vamos lá? Eu e Jorge elaboramos 10 dicas práticas para você viajar para Barcelona.

 

viagem

1. Em qual bairro ficar em Barcelona?
Tente ficar num local mais próximo da Las Ramblas.

Eu fiquei ali e em um bairro perto da Plaza de Espana. Gostei beeeem mais da região mais central. Perto de tudo o que o turista quer e precisa ver. Bem mais prático e animado. Porque essa coisa de não quero ficar no meio dos turistas funciona muito bem quando você tem um mês para ficar em um local. De resto, você tem mesmo é que ficar perto das atrações. Nossa opinião, claro.

2. Comprar o passe de metrô  de 10 viagens.

Você pode comprar o bilhete de uma viagem, no período da nossa viagem estava por 2,15€ (veja o preço atualizado metro Barcelona.)

Para nós foi o mais vantajoso comprar o ticket de 10 viagens. Pagamos 10,20€ e você pode:

- Usar com outra pessoa ao mesmo tempo. Você passa na catraca e passa o cartão para quem estiver com você.
- Usar para o trem e ônibus que saem e vão para o aeroporto (não é o aerobus).
- Pode usar em dias separados, não precisa usar ele todo em um dia.

 

Olha a imagem dele abaixo:

 

T10

E aqui as zonas que esse cartão cobre, mas você só precisa mesmo de 1 zona.

Para saber mais sobre transporte em Barcelona.

3. Montserrat.

Fica ao lado de Barcelona e vale muito a visita. É um mosteiro que mais parece encantado de tão lindo. Lá você vai ficar frente a frente da imagem de Nossa Senhora de Montserrat também conhecida como La Morenata.

barcelona-espanha

Usamos um passe que custa 27, 50€,  é o TransMontserrat. Inclui o trem até Monstserrat (ida e volta) + teleférico ou trem para subir até o mosteiro + funicular ( tem duas rotas, nós escolhemos a Sant Joan por causa da vista) + Espaço Audiovisual + uma viagem de metrô para usar, caso sua estação final não seja a que o trem deixa você.

A viagem é feita em um único dia, num bate-vota. Nós pegamos o trem de 09 da manhã e voltamos no de 05:45, mais ou menos. Mas vou fazer um post só sobre Montserrat, porque tem muita coisa para fazer por lá.

4. Não deixe de provar tapas e ir ao restaurante Envalira comer paella (clique aqui).

Nós comemos tapas em vários locais da cidade. Vou fazer um post com os locais que fomos, mas o mais recomendado pelas minhas leitoras foi o Tapas 24. Eu não tive tempo de ir, então, se alguém já foi, deixe comentário aí.

5. Free walking tour em Barcelona.

Essa é uma das melhores maneiras de começar o dia pela cidade. Se puder já pegar um tour old city no primeiro dia vai ser ótimo para você já ter uma noção de direção e saber o que quer voltar e ver novamente.

Olhe abaixo uma das paradas do tour old city que fizemos com a New Barcelona Tour.

B1

No dia seguinte pegue o Tour do Gaudì. Nós fizemos com a Runner Bean Tour. Esse é o que vai até  Sagrada Família. Termina lá. Depois fomos para o Parque Guell por nossa conta.

Se você está hospedado nas redondezas de Las Ramblas, vai estar pertinho da saída dos 2 passeios.

6. Compras e outlet.
Tinham me dito que Barcelona era um local com ótimo preços para compras. Bom, não achei essa coisa toda. Então, resolvi experimentar o Chic Outlet de Barcelona. Já tinha ido ao de Bruxelas (nesse post aqui) e gostei. Vou fazer um post sobre minha ida ao outlet de Barcelona e coloco o link aqui.


7. Quantos dias ficar por lá?

Nós ficamos 7 dias, mas foi mais que suficiente. Se você só tem 3 dias, eu não iria a Montserrat, mas se tiver 4 já colocaria no roteiro.


8. La Barceloneta.
N
ão deixe de dar uma passadinha por lá. É super charmoso e parece que você sai um pouco daquela coisa mais agitada de Barcelona. Além de ver como é a praia por lá. Vou fazer um post melhor sobre La Barceloneta.

Dá para ir caminhando da Las Ramblas até lá. Se estiver com preguiça, use o transporte público. Mas vá disposta a ir para a praia ou tomar uma taça de vinho (caso esteja frio). O lugar é excelente para gastar o tempo.
Praia + rua super charmosa com crianças brincando na rua.

9. Muita atenção com bolsa, máquinas, tudo.
Bolsa sempre para frente e cuidado redobrado. Os guias avisavam a todo momento e parece que não é sem motivo. Por isso, todo cuidado com os seus pertences.


10. Das atrações turísticas de Barcelona que nós mais adoramos foram:

La Sagrada família (top, top, top), Parque Güell, bairro gótico, casa Batlló (mas não entramos), Museu Picasso (adoramos), Parque da la ciutadella (foto abaixo), mercado La Boqueria e Barceloneta.  Mas, lembrando, que essas são as nossas escolhas.

B3

Mais posta da Espanha, clique aí: Espanha.

Paella em Barcelona

Onde comer a melhor paella de Barcelona? Essa era uma de nossas dúvidas e metas em Barcelona. Pesquisa daqui e dali e fomos seduzidos pelos comentários em relação ao restaurante Envalira. No Tripadvisor ele está mais do que demais de bom. Veja o link ao fim do post.  Resolvemos experimentar já que não estávamos tendo muita sorte com as nossas escolhas.

Assim, lá fomos nós em busca desse tão falado restaurante que fica na Praça del Sol. Ao sair da estação de metrô você vai se perdendo entre as ruelas e perguntando para um aqui outra alí e quando você chega lá não acredita que é ali mesmo. Sério, o lugar é quase um boteco, bem simples.

Você fica lá se perguntando se vale pagar €12,50 em um prato de paella. Eu escolhi a negra e o Jorge a paella tradicional.

Pedimos um vinho branco e cruzamos os dedos para não termos caído em uma super furada. Ainda mais que o restaurante estava meio vazio. Na verdade éramos só nós 2 às 13:30, rs. Ficamos pensando que se fosse tão bom estaria lotado, não? Mas… Enquanto esperávamos nossos pratos, lotou em 5 minutos.  E depois viemos a saber que era porque o restaurante tinha acabado de abrir. Sim, só abria às 13:30.

E nossos pratos chegaram…

A cara estava ok, mas o cheiro… Era de outro mundo! Pausa para as fotos e só depois a surpresa. Sim, é essa coca-cola toda que falam no tripoadvisor. Um sabor de comida feita porque quem sabe muito bem cada tempero que está sendo acrescentado. Sem palavras, se for a Barcelona não deixe de ir a esse simples, mas perfeito restaurante. Não posso afirmar que seja a melhor paella de Barcelona, mas é muito, muito boa.

Restaurante Envalira
Plaça del Sol, 13 – Gràcia.

Avaliações do Restaurante Envalira no Tripadvisor.
Esse site também tem todas as dicas sobre o Envalira e outros restaurantes em Barcelona: Bcn Restaurantes.

Roteiro de viagem Miami

Eu estou na dívida com esse post sobre o guia digital de Miami. O guia é uma produção de duas amigas e foi lançado no ano passado. Então, racha minha cara de vergonha de estar falando só agora sobre ele. Mas, pedido de desculpas feito, vamos ao guia? Afinal, todos merecem conhecer…

guia-de-viagem
Roubei essa foto acima do blog da Renata o You must Go, rs. Achei linda para ilustrar esse post sobre o Roteiro de 7 dias em Miami. Dá até vontade de ir acorrendo, agora!